Frota de ônibus com acessibilidade para cadeirantes

Alta Floresta renova a frota de coletivos com ônibus que atendem acessibilidade

Os meios de transporte coletivo urbanos são de essencial importância para a manutenção da dinâmica no cotidiano das pessoas, pois através deles, uma parcela significativa da população se desloca de um de um lado para outro, fundamental principalmente para quem mora longe do local de trabalho ou de estudo.

O transporte coletivo também é fundamental no deslocamento de pessoas que são portadores de necessidades especiais ou que possuem mobilidade reduzida.

Na última semana, Alta Floresta passou a atender as normas de acessibilidade tornando a frota totalmente acessível aos deficientes físicos.

Quatro novos veículos que fazem o transporte de passageiros chegaram ao município no início desta semana.

“A gente está cumprindo a promessa que foi feita no início do ano, de fazer a renovação da frota, conseguimos cumprir esta etapa, mas o caminho é longo, e estamos a disposição da população”, declarou o empresário, Aderlei Silva, da empresa Reobote que atende o transporte coletivo há 10 anos, desde a Vila Nova, até o Jardim das Oliveiras, atendendo todas as necessidades.

No início deste segundo mandato do prefeito Asiel Bezerra a exigência de atender adequadamente todos os munícipes foi feita à empresa, que a partir desta semana atendeu o pedido. “A gente procura cumprir os horários à risca, a demanda não é muito grande, mas a população que faz a opção por andar no transporte coletivo, que é o transporte mais em conta, é a demanda de uma população que não consegue fazer opção por outro transporte, então a gente tem que atender na medida do possível. Temos muito mais a fazer pelo transporte de Alta Floresta”, conclui o empresário, que atende principalmente a demanda escolar do município.

Fonte: www.florestanet.com.br

 

Câmara entrega Selo e Certificado de Acessibilidade nesta quarta-feira

Será nesta quarta-feira, às 19h, no plenário do Palácio Amarelo, a solenidade de entrega dos Certificados e Selos de Acessibilidade Imperial, oferecidos pela Câmara Municipal de Petrópolis a empresas e entidades que aplicaram iniciativas para garantir o acesso a prédios públicos e privados para pessoas com mobilidade reduzida.

Será a terceira edição do prêmio, que foi criado em 2015 como forma de reconhecer o esforço de alguns estabelecimentos em oferecer o acesso de todas as pessoas com igualdade de condições.

“Com a entrega dessa premiação, a Câmara acredita estar trabalhando para contribuir com a acessibilidade de todos.

É um desafio que vem sendo enfrentado e superado pela sociedade, e com isso estamos motivando outras empresas a investirem também, mostrando que Petrópolis está na vanguarda desse processo”, destaca o presidente da Câmara, vereador Paulo Igor (PMDB).

Ao todo, 11 empresas e entidades receberão a distinção oferecida pela Câmara. Recebem o Selo Imperial aquelas que permitem a acessibilidade parcial.

Já as que cumprem exigências relativas à acessibilidade total de seus visitantes, são premiadas com o Certificado Imperial.  A avaliação das indicadas é feita pela Comissão de Defesa das Pessoas com Deficiência e do Idoso.

Saiba quais empresas e entidades recebem o prêmio

CERTIFICADO DE ACESSIBILIDADE IMPERIAL

Instituto Educacional Petropolitano – Unicriança (Vereador Paulo Igor), FMP/FASE, Espaço Criarte, UNOPAR-Petrópolis (Vereadora Gilda Beatriz); Parque Tecnológico da Região Serrana, Supermarket (Vereador Marcelo da Silveira);  SMH-Sociedade Médico Hospitalar (Vereador Antônio Brito); e Granja Brasil Resort & SPA (Vereador Jorge Relojão).

SELO DE ACESSIBILIDADE IMPERIAL

Pousada Arcádia & Lazer, Restaurante Brasileirinho (Vereadora Gilda Beatriz); e Farmácia Morin (Vereador Justino do RX).

diariodepetropolis.com.br

Zoológico lança carta de serviços em braile

Visando aumentar a acessibilidade e democratizar o acesso à informação, a Fundação Jardim Zoológico de Brasília lança, nesta terça-feira (13), a carta de serviços em braile, para deficientes visuais.

A solenidade de inauguração será às 16h30, momento em que também será firmado um termo de cooperação técnica com a Agência de Fiscalização do Distrito Federal (Agefis), com o objetivo de construir um plano de acessibilidade no local.

“Vamos elaborar uma política interna de acessibilidade que será lançada em dezembro, no aniversário de 60 anos do Zoológico.

Além de eliminar as barreiras arquitetônicas, o projeto vai oferecer formação continuada para os colaboradores e funcionários melhorarem o atendimento deste público”, afirma Gerson Norberto, diretor-presidente da Fundação Jardim Zoológico de Brasília.

A transcrição da carta de serviços ficou por conta da Associação Brasiliense de Deficientes Visuais. O documento fica à disposição de visitantes no Centro Multifuncional de Acessibilidade, local adaptado para receber pessoas com diversos tipos de deficiência, perto da entrada do Zoológico.

Participam da solenidade Gerson Norberto, diretor-presidente da Fundação; Érico Grassi, diretor-adjunto; o ouvidor e o controlador-geral do DF, e a presidente da Agefis, Bruna Maria Peres Pinheiro.

Fonte: www.correiobraziliense.com.br

O que você achou? Deixe seu comentário: