O que é acessiblidade?

Acessibilidade em termos gerais significa possibilidade ou facilidade de alcançar, conquistar ou conseguir algo.

Muitas vezes, esta palavra está relacionada apenas às pessoas com deficiência.

Porém o seu significado e o seu benefício, estão relacionados com a usabilidade geral para qualquer tipo de pessoas em qualquer situação.

Por exemplo:

  • Um celular muito largo ou pesado pode ser difícil de usar, e assim pouco acessível;
  • Uma rampa de acesso muito inclinada é difícil de usar, e assim pouco acessível;
  • Um cardápio de restaurante, se não possuir informação em braile é impossível de ser utilizado por um cego, e assim pouco acessível.

Portanto, o grande desafio da indústria é produzir móveis, utensílios, eletrônicos e outros objetivos universalmente acessíveis, ou seja, fáceis de usar.

O grande desafio dos governos e da sociedade é priorizar e valorizar ações em prol acessibilidade.

Acessibilidade para pessoas com deficiência

Acessibilidade para pessoas com deficiência é muito mais que móveis e utensílios fáceis de usar, elevadores em ônibus, rampas de acesso em locais públicos, banheiros acessíveis, piso tátil para cegos ou algo similar.

O princípio básico e resumido é: se precisar de ajuda, não é acessibilidade.

É todo um conjunto de coisas que proporciona a participação da pessoa com deficiência (cadeirante, cegos, surdo, mudo etc.) no contexto.

Porém este assunto envolve muito mais.

Falta de acessibilidade é violação dos direitos humanos

Se uma pessoa com deficiência, uma pessoa idosa, uma grávida ou uma criança não puder participar de algum evento ou estar em algum local, porque é difícil de entrar, ficar ou sair, o seu direito universal foi violado. Isto é terrível!

É aí que entram as rampas, elevadores, portas largas e outras ações similares para acabar com as barreiras arquitetônicas e barreiras de comunicação.

Ou seja, tem que permitir não só a inserção, mas a autonomia, de modo a não precisar da ajuda de ninguém.

Existe uma infinidade de ideias e soluções para isto, e grandes atos de acessibilidade começam com pequenas ações.

Estes são os resultados ou efeitos produzidos pelo interesse e pelo valor dado à acessibilidade.

Toni Vaz sempre lutou para a acessibilidade no Brasil

A falta de acessibilidade em locais públicos sempre foi minha revolta.

Ao longo da vida tive que subir escadas arrastando-me degrau por degrau, por que ninguém fazia uma rampa.

Eu solicitava, reivindicava, gritava… Mas era como se as pessoas com deficiência simplesmente não existissem.

Hoje isso mudou. Ainda há muito que mudar, mas uma grande transformação está em curso e todos já notaram.

Hoje muitos locais públicos contam com acessibilidade para cadeirantes, piso tátil para cegos etc.

Nada disso surgiu da bondade de alguém.

Ao contrário, só está se tornando realidade em razão de uma luta árdua, dura, pesada, mas cheia de garra e esperança na vitória.

Luta essa travada por todos que, de uma forma ou outra, estavam (e estão) envolvidos com as pessoas com deficiência.

E esta sempre será minha luta. Enquanto forças eu tiver, estarei lutando pela dignidade das pessoas com deficiência.

Não se pode mais admitir um mundo feito apenas para aquele que tem todas as condições físicas.

Mesmo porque, amanhã ele mesmo pode necessitar da tão propalada acessibilidade.

O blog vaicadeirante.com é o local em que juntos conseguiremos somar forças para a luta da acessibilidade ficar cada vez mais forte e eficaz.