Pessoa com deficiência: Integração ao Trabalho

Pessoa com deficiência: Integração ao Trabalho

Pessoa com deficiência: Governo de Minas vai realizar palestras para sua integração ao mercado de trabalho

A Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedese) realiza em agosto uma série de palestras com empregadores para incentivar a inserção de pessoas com deficiência ao mercado de trabalho. Cinco municípios da região Metropolitana de Belo Horizonte participam da ação: Ribeirão das Neves, Sabará, Ibirité, Nova Lima e Betim.

Segundo a gerente da Central de Vagas do Sine da Região Metropolitana, Viviane Izidoro, apesar da demanda por profissionais qualificados, o preenchimento de postos é tímido devido a entraves como escolaridade e experiência. “Em outros casos, existe até a falta de adaptação e infraestrutura da empresa para acomodar estes trabalhadores”, conta.

Além das palestras, a Sedese vai realizar também um “Dia D” (Dia Nacional de Inclusão Social e Profissional da Pessoa com Deficiência e dos Beneficiários Reabilitados do INSS).

Pessoa com deficiência e a Lei das cotas

Sancionada em 1991 pelo então presidente Fernado Collor, a lei 8.213/91 estabelece que toda empresa com cem ou mais funcionários preencha uma cota de 2% a 5% do seu quadro de funcionários com beneficiários reabilitados e/ou pessoas portadoras de deficiência.

Fonte: Hoje Em Dia

(*) Com informações da Agência Minas

Pessoa com deficiência e seu potencial

Pessoa com deficiência tem tanta capacidade para desenvolver habilidades profissionais quanto qualquer outra. O que falta é oportunidade. Por isso, este ciclo de palestras é de suma importância.

Já passou da hora de as empresas quebrarem este preconceito e abrir oportunidade (com as devidas adequações) para aproveitar essa mão de obra tão ávida por trabalho.

Nos Estados Unidos toda empresa com 15 funcionários precisa abrir uma chance para pessoa com deficiência. Se ela fizer adaptações físicas para atender ao deficiente, ganha incentivos fiscais do Governo. Esta é uma ideia que poderia ser copiada, pois alavancaria muito o cumprimento da lei que se arrasta por mais de 20 anos.

Divulgue essa ideia em suas redes sociais. Inscreva seu e-mail aqui no Blog e ajude a fortalecer a nossa luta.

Junte-se a nós!

Deixe seu e-mail e receba vídeos e dicas imperdíveis para você ter qualidade de vida!>

O que você achou? Deixe seu comentário: